Páginas

domingo, 16 de abril de 2017

Zelenka: Missa Omnium Sanctorum, ZWV 21


Duarte Lobo | Missa pro Defunctis (a 6)


Duarte Lobo (Alcáçovas ou Lisboa, c. 156524 de setembro de 1646) foi um compositor português da época do Renascimento tardio e Barroco inicial. Foi o mais famoso compositor português da sua época. Com Filipe de Magalhães, Manuel Cardoso e o Rei D. João IV, é considerado da “época dourada” da polifonia portuguesa.
Sabe-se pouco da sua vida. Terá nascido em Alcáçovas ou em Lisboa, e sabe-se que foi aluno de Manuel Mendes em Évora. Seu primeiro trabalho terá sido o de mestre de capela da catedral de Évora; em 1594 era mestre de capela em Lisboa. Ensinou música no Colégio do Claustro da Sé em Lisboa, onde permaneceu pelo menos até 1639. Depois dirigiu na capital a capela do Seminário de São Bartolomeu. Assinava suas obras como Eduardus Lupus.
Embora cronologicamente sua vida se sobreponha à época do Barroco, escreveu, como Manuel Cardoso, música essencialmente ao estilo e técnica  polifônica de Palestrina. Em outras palavras, sua música contrapontística tira partido das potencialidades rítmicas e harmônicas do texto latino, mas sempre em conformidade com as disposições do Concílio de Trento. Publicou seis livros de música sacra, incluindo missas, responsórios, antífonas, motetos, etc. 

Zelenka: Requiem para Augusto II


quinta-feira, 13 de abril de 2017

Jan Dismas Zelenka - pt3/3, Responsoria pro Hebdomada Sancta: Holy Satur...


Jan Dismas Zelenka - pt2/3, Responsoria pro Hebdomada Sancta: Good Frida...


Jan Dismas Zelenka - pt1/3, Responsoria pro Hebdomada Sancta: Maundy Thu...


Estou há quase 20 anos estudando a sério a grande música, e já achava que não tinha nada mais que descobrir entre os antigos, e eis que descubro Jan Dismas Zelenka (boêmio, 1679-1745). Que grande compositor. Às vezes não fica nada a dever a Bach, que aliás o admirava muito. É um grande representante do último barroco, com incursões estupendas na polifonia palestriniana. São 22 missas, belas todas; mas também responsórios, oratórios, cantatas, réquiens, motetos, litanias, peças para oboés, etc. 

sábado, 18 de março de 2017

Elomar Figueira Mello - Programa Ensaio Completo (1994)

  Muitos alunos perguntam-me se rejeito a música popular. Não: rejeito a música popular que não educa para o bem e para a verdade, e que não faz senão estimular o baixo. Também a música popular tem de cumprir, a seu modo e em sua escala, o fim das artes do belo (fazer tender ao bem e ao verdadeiro). E é o que faz magnificamente a arte rústica e ao mesmo tempo refinada (e extensa) do menestrel Elomar Figueira Mello. É arte religiosa, de profunda raiz medieval, e, como diria Suassuna, nascida no solo do Brasil obscuro mas verdadeiro. 

Francisco Mignone: Doze Valsas de Esquina (piano: Arthur Moreira Lima)


Nº 1 em dó menor: Soturno e seresteiro • 3:28 Nº 2 em mi bemol menor: Lento e mavioso • 7:43 Nº 3 em lá menor: Com entusiasmo • 10:10 Nº 4 em si bemol menor: Vagaroso e seresteiro • 12:57 Nº 5 em mi menor: Cantando, e com naturalidade • 16:04 Nº 6 em fá sustenido menor: Tempo de valsa movimentada • 18:42 Nº 7 em sol menor: Moderadamente • 23:06 Nº 8 em dó sustenido menor: Tempo de valsa caipira • 26:14 Nº 9 em lá bemol menor: Andantino mosso • 30:59 Nº 10 em si menor: Lento, romântico e contemplativo • 35:58 Nº 11 em ré menor: Moderato • 39:12 Nº 12 

sábado, 24 de dezembro de 2016

Johann Sebastian Bach - Chorale prelude F Minor ("Solaris", de Andrei Tarkovski)


Bach (Busoni) - Ich ruf zu dir, Herr Jesu Christ - Horowitz


J.S.Bach - BWV 639 Choral Prelude in F Minor - piano e cello


J.S. Bach - BWV 639 - Ich ruf' zu dir, Herr Jesu Christ - Coral Preludio in F minor


Bach - Richter, Obras para órgano/Organ Works (3/3)


Bach - Richter, Obras para órgano/Organ Works (2/3)